quarta-feira, 3 de junho de 2015

A Raposa e as Uvas

Dissonância cognitiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2015). Por favor, adicione referências einsira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá serremovido.
Encontre fontes: Google (notíciaslivros e acadêmico)
A Raposa e as Uvas, de Esopo. Quando a raposa percebe que não consegue alcançar as uvas, ela decide que não as quer de qualquer modo, um exemplo da formação adaptativa de preferências, com o objetivo de reduzir a dissonância cognitiva.1
A teoria da Dissonância cognitiva foi inicialmente desenvolvida por Leon Festinger, professor da New School for Social Research de Nova York para explicar que existe uma necessidade nos indivíduos de procurar uma coerência entre suas cognições (conhecimento, opiniões ou crenças). Quando existe uma incoerência entre as atitudes ou comportamentos que acreditam ser o certo com o que é realmente praticado ocorre a dissonância.
De acordo com a teoria da dissonância cognitiva de Festinger (1957), um indivíduo passa por um conflito no seu processo de tomada de decisão e dissonância depois quando pelo menos dois elementos cognitivos não são coerentes. Em outras palavras, quando uma pessoa possui uma opinião ou um comportamento que não condiz com o que pensa de si, das suas opiniões ou comportamentos vai ocorrer dissonância. Quando os elementos dissonantes são de igual relevância ou importantes para o indivíduo, o número de cognições inconsistentes determinará o tamanho da dissonância.2

Formas de eliminar a Dissonância[editar | editar código-fonte]

Quando ocorre uma dissonância o indivíduo entra em um conflito íntimo e esforça-se para estabelecer um estado de consonância ou consistência consigo e o ambiente cujo esta inserido, e para tentar diminuir ou eliminar a dissonância existem três formas
Relação dissonante: O indivíduo tenta substituir uma ou mais crenças, opiniões ou comportamentos que estejam envolvidos na dissonância
Relação consonante: O indivíduo tenta adquirir novas informações ou crenças que irão aumentar a consonância.
Relação irrelevante: o indivíduo tenta esquecer ou reduzir a importância daquelas cognições que mantêm a situação de dissonância
teoria da dissonância cognitiva afirma que cognições contraditórias entre si servem como estímulos para que a menteobtenha ou produza novos pensamentos ou crenças, ou modifique crenças pré-existentes, de forma a reduzir a quantidade de dissonância (conflito) entre as cognições.
A dissonância pode resultar na tendência de confirmação, a negação de evidências e outros mecanismos de defesa doego. Quanto mais enraizada nos comportamentos do indivíduo uma crença estiver geralmente mais forte será a reação de negar crenças opostas.
Em defesa ao ego, o humano é capaz de contrariar mesmo o nível básico da lógica, podendo negar evidências, criar falsas memórias, distorcer percepções, ignorar afirmações científicas e até mesmo desencadear uma perda de contato com a realidade (surto psicótico).

Significado[editar | editar código-fonte]

dis·so·nân·ci·a [substantivo feminino] 1. Simultaneidade ou sucessão de dois ou mais sons desarmoniosos; 2. Desproporção desagradável; 3. Incoerência; 4. Desconcerto; má combinação (falando de estilo, belas-artes, etc.).Priberam
cog-ni-ti-vo [adjetivo] Refere-se à capacidade de adquirir ou de absorver conhecimentos; Diz respeito ao conhecimento, à cognição; Linguística; Que se refere aos mecanismos mentais pelos quais um indivíduo se vale ao utilizar sua percepção, memória, razão; Psicologia;
Que faz referência aos mecanismos mentais presentes na percepção, no pensamento, na memória, na resolução de problemas.  (Etm. do latim: cognitus + ivo) Dicionário Português Online

Exemplos[editar | editar código-fonte]

A Raposa e as Uvas
Uma ilustração clássica de dissonância cognitiva é expressa na fábula "A Raposa e as Uvas" por Aesop (cerca de 620-564 aC). Na história, uma raposa vê algumas uvas e quer comê-las. Quando a raposa é incapaz de pensar em uma maneira de alcançá-las, decide que não vale a pena comer, com a justificativa de que as uvas, provavelmente, não estão maduras ou que são azedas (daí a frase comum "uvas verdes"). A moral que acompanha a história é "Qualquer tolo pode desprezar o que ele não pode ficar". Este exemplo segue um padrão: um deseja algo, considera inatingível, e reduz a própria dissonância por criticá-lo. Jon Elster chama esse padrão "formação de preferências adaptativa".3

No ambiente Organizacional[editar | editar código-fonte]

Outro exemplo, é a relação que o indivíduo possui em seu ambiente organizacional. Se a cultura da empresa não condiz com os valores e crenças do indivíduo ocorre a dissonância e o relacionamento entre as partes pode ser prejudicado ou rompido se esta não for eliminada. Sendo assim a escolha de uma organização para se trabalhar vai muito além de aspectos financeiros, o ideal é que seja feita uma análise sobre quais são os valores da empresa para verificar se são consonantes com os do indivíduo que pretende fazer parte daquela organização.

Transvaloração[editar | editar código-fonte]

Por outro lado, Nietzsche fala em transvaloração, entendendo por isso o processo pelo qual a dissonância cognitiva passa para a história. Em outras palavras, o modo pelo qual os valores vão mudando ao longo do tempo. Nos primeiros choques, a consciência rejeita as contradições de seus "princípios" assentados em convicções. Depois, começa a envergonhar-se de suas evidências, e por fim a admitir o que antes seria impossível. O processo de mudança é por isso lento e de alta ansiedade.

Como mudar crenças[editar | editar código-fonte]

Mudar crenças disfuncionais enraizadas é uma das principais partes da terapia e expor as ideias conflitantes diretamente gera uma dissonância cognitiva muito desconfortável e pouco eficaz para mudar crenças. Por isso, ao invés de dar ordens, os psicoterapeutas frequentemente se focalizam em fazer perguntas que levem o paciente a refletir guiando para conclusões mais saudáveis, respeitando o papel ativo do paciente.4
Por exemplo: Ao invés de falar "Pare de beber! Bebida faz mal a saúde." perguntar "Você já teve algum problema como consequência da bebida?" e "Você já pensou em parar de beber?"

Referências

  1. Ir para cima Elster, Jon. Sour Grapes: Studies in the Subversion of Rationality. Cambridge 1983, p. 123ff.
  2. Ir para cima Festinger, L. (1957). A Theory of Cognitive Dissonance. Stanford, CA: Stanford University Press.
  3. Ir para cima Elster, Jon. Sour Grapes: Studies in the Subversion of Rationality. Cambridge 1983, p. 123ff.
  4. Ir para cima Emerson F. Rasera e Marisa Japur. Desafios da aproximação do construcionismo social ao campo da psicoterapia. Estudos de Psicologia 2004, 9(3), 431-439.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Disson%C3%A2ncia_cognitiva

terça-feira, 2 de junho de 2015

Fábulas Clássicas


http://sitededicas.ne10.uol.com.br/cfab3.htm

http://pt.slideshare.net/Cidasol1/sequencia-didatica-fabulas



quarta-feira, 25 de março de 2015

MEC DISPONIBILIZOU A COLEÇÃO EDUCADORES PARA DOWNLOAD GRATUITO

Esta série conta com 62 livros voltados para professores, educadores e interessados em geral é composta por pensadores brasileiros e estrangeiros, além de dois manifestos: “Pioneiros da Educação Nova”, de 1932, e “Educadores”, de 1959.
Paulo Freire, Jean Piaget, Antônio Gramsci, Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro, Florestan Fernandes, são apenas alguns dos pensadores abordados nos títulos da coleção.
Confira a coleção completa aqui.
Fonte: Catraca Livre
http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=50&skip=0&ds_titulo=&co_autor=&no_autor=&co_categoria=133&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=2&co_obra=&co_

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Educação bancária e a educação libertadora


As diferenças essenciais entre a educação bancária e a educação libertadora proposta por Freire são:  
Educação Bancária
  • Conteúdo automático desligado do existencial do aluno.
  • Comunicação é unilateral.
  • Metodologia Didática, exposição oral pelo professor
  • Relação de poder unilateral. 
  • Avaliação: selecionar, classificar e contabilizar.
Educação Libertadora
  • O educador já não é o que apenas educa, mas o que, enquanto educa, é educado
  • O diálogo com o educando que, ao ser educado, também educa.
  • Professor e aluno sujeitos do mesmo processo construção. 
No entanto, a educação é um processo permanente, não se esgota nos minutos de cada aula, não se prende aos muros escolares, exatamente porque não acontece exclusivamente na escola.
Para Freire, nos educamos a vida inteira, até o momento da morte se constitui num ato educativo.
“...Estudar não é um ato de consumir idéias, mas de criá-las e recriá-las...” Freire.

Fonte:
http://www.profjuliososa.com.br/2013/02/professor-julio-sosa-comomencionei-em.html

Paulo Freire Contemporâneo - Documentário

domingo, 11 de janeiro de 2015

PSICOPEDAGOGIA Avaliação Presencial Pós-Graduação – 2º Semestre/2014

CursoAvaliação Presencial Pós-Graduação – 2º Semestre/2014
TestePSICO_Alunos ingressantes na Turma 1400114 (Setembro/2014)
Iniciado16/12/14 19:15
Enviado16/12/14 19:46
StatusCompletada
Resultado da tentativa4,342 em 6,012 pontos  
Tempo decorrido30 minutos
Instruções

Após iniciada a avaliação, você tem o período de 2 horas para concluí-la. O aluno só poderá retirar-se do local da Avaliação Presencial 30 minutos depois do seu início.  
Quaisquer ocorrências de falhas na Avaliação, por exemplo: 
- o aluno fechou o navegador antes de terminar ou de enviar a Avaliação resolvida, ou;  
- ocorreu queda de conexão ao enviar a avaliação, ou;  
- ocorreu qualquer falha na avaliação que impossibilita o aluno de resolvê-la;  
- alguma ocorrência não descrita acima.  

Quando ocorrer falha na avaliação, o responsável pela aplicação deve solicitar ao Campus Virtual, uma nova tentativa de avaliação para o aluno. No contato com o Campus Virtual, devem ser informados os dados: o tipo de problema, registro de matrícula do aluno, nome completo do aluno e nome do curso no qual o aluno está cursando. 
 
É importante ficar ciente que uma nova tentativa implica em uma nova avaliação, ou seja, as questões da nova avaliação podem não ser as mesmas da avaliação anterior. 

Caso haja alguma dúvida sobre o conteúdo e/ou questões da avaliação, não deixe de respondê-la(s), e comunique sua dúvida ao professor coordenador do curso no prazo máximo de 5 dias depois de realizada a avaliação presencial. Entretanto, o retorno será dado a partir da segunda quinzena de fevereiro/2015 o coordenador lhe dará retorno sobre as dúvidas relacionadas à avaliação presencial.  
Resultados exibidosTodas as respostas, Respostas enviadas, Respostas corretas, Feedback
Não há conteúdo para exibir.
  • Pergunta 1

    0,334 em 0,334 pontos
    A diferença entre a intervenção psicopedagógica e psicoterápica está em que: Na primeira o foco do trabalho está no processo de aprendizagem.
    Resposta Selecionada:
    Correta Verdadeiro
    Respostas:
    Correta Verdadeiro
    Falso
  • Pergunta 2

    0,334 em 0,334 pontos
    Segundo Demo, P. (2008) “TICs e EDUCAÇÃO”.
    Disponível em: http://pedrodemo.sites.uol.com.br/textos/tics.html. [link apenas para referência, não precisa consultar]
    Data da Consulta: 22/03/2014, podemos afirmar que:
    Toda proposta que investe na introdução das TICs na escola só pode dar certo passando pelas mãos dos professores. O que transforma tecnologia em aprendizagem, não é a máquina, o programa eletrônico, o software, mas o professor.
    Resposta Selecionada:
    Correta Verdadeiro
    Respostas:
    Correta Verdadeiro
    Falso
  • Pergunta 3

    0,334 em 0,334 pontos
    As investigações sobre a Síndrome de Bournot indicam que esta ocorre somente em trabalhadores pouco inteligentes.
    Resposta Selecionada:
    Correta Errado
    Respostas:
    Certo
    Correta Errado
  • Pergunta 4

    0,334 em 0,334 pontos
    Conforme Demo, P. (2008) “TICs e EDUCAÇÃO”.
    Disponível em: http://pedrodemo.sites.uol.com.br/textos/tics.html. [link apenas para referência, não precisa consultar]
    Data da Consulta: 22/03/2014, pode-se afirmar que:
    A mente humana, em sua dinâmica auto-referente e autopoiética, não reproduz, transmite, copia conhecimento, mas o desconstrói e reconstrói, interminavelmente.
    Resposta Selecionada:
    Correta Verdadeiro
    Respostas:
    Correta Verdadeiro
    Falso
  • Pergunta 5

    0 em 0,334 pontos
    A tarefa essencial do psicopedagogo em um diagnóstico explicativo consiste em: escolher instrumentos ou formas de coletar dados adequados para verificar o funcionamento cognitivo do sujeito.
    Resposta Selecionada:
    Incorreta Verdadeiro
    Respostas:
    Verdadeiro
    Correta Falso
  • Pergunta 6

    0,334 em 0,334 pontos
    A entrevista para a reconstrução da dinâmica do desenvolvimento proposta por Arias Beatón, difere da anamnese clássica porque: A anamnese procura compreender os significados, para o sujeito, dos fatos que o sujeito relata a partir de sua memória e não obedece a seqüência de etapas evolutivas do sujeito.
    Resposta Selecionada:
    Correta Falso
    Respostas:
    Verdadeiro
    Correta Falso
  • Pergunta 7

    0,334 em 0,334 pontos
    Pelo que foi estudado na disciplina que trata de tecnologia e educação, selecione quais dos sites abaixo são considerados repositórios de objetos de aprendizagem:
    Corretab. 
    Portal do Professor, mantido pelo MEC.
    Corretac. 
    Portal MERLOT.
    Corretad. 
    Projeto Labvirt - Faculdade de Educação da USP.
    Respostas:
    a. 
    Corretab. 
    Corretac. 
    Corretad. 
  • Pergunta 8

    0,334 em 0,334 pontos
    Na experiência realizada na Alemanha sobre formação de professores verificou-se como condição importante: a orientação oferecida aos recém formados nos dois primeiros anos de atividade.
    Resposta Selecionada:
    Correta Verdadeiro
    Respostas:
    Correta Verdadeiro
    Falso
  • Pergunta 9

    0,334 em 0,334 pontos
    Alguns Ambientes Virtuais de Aprendizagem são:
    Respostas Selecionadas:
    Corretaa. 
    Teleduc
    Corretac. 
    Blackboard
    Corretad. 
    Moodle
    Respostas:
    Corretaa. 
    b. 
    Corretac. 
    Corretad. 
  • Pergunta 10

    0 em 0,334 pontos
    Os galhos da árvore e os braços da figura humana indicam:
    Resposta Selecionada:
    Incorretaa.
    A possibilidade que o sujeito tem de interagir e estabelecer trocas com o ambiente.
    Respostas:
    a.
    b. 
    c. 
    Corretad.
  • Pergunta 11

    0,334 em 0,334 pontos
    Segundo Demo, P. (2008) “TICs e EDUCAÇÃO”.
    Disponível em: http://pedrodemo.sites.uol.com.br/textos/tics.html. [link apenas para referência, não precisa consultar]
    Data da Consulta: 22/03/2014, podemos afirmar que:
    Estudar, pesquisar, elaborar são atividades que expressam potencialidades profundas de aprendizagem e que podem ser feitas em qualquer lugar e tempo, sob orientação.
    Resposta Selecionada:
    Correta Verdadeiro
    Respostas:
    Correta Verdadeiro
    Falso
  • Pergunta 12

    0 em 0,334 pontos
    O progresso das técnicas de comunicação e informação criou novos contextos de ensino e aprendizagem. Face a este progresso assinale a alternativa falsa:
    Resposta Selecionada:
    Incorretab.
    Os alunos precisam desenvolver novos recursos face às exigências dos cursos a distância.
    Respostas:
    Corretaa.
    b.
    c. 
    d.
  • Pergunta 13

    0 em 0,334 pontos
    Filidoro e Castorina, analisando a especificidade do diagnóstico psicopedagógico apontam:
    Resposta Selecionada:
    Incorretaa. 
    o valor da ignorância que nos convoca para a investigação
    Respostas:
    a. 
    b. 
    Corretac.
    d. 
  • Pergunta 14

    0 em 0,334 pontos
    O diagnóstico dos problemas de aprendizagem é concebido como:
    Resposta Selecionada:
    Incorretac.
    Um processo de construção de conhecimento que tem como objetivo principal orientar o professor.
    Respostas:
    a.
    Corretab.
    c.
    d.
  • Pergunta 15

    0,334 em 0,334 pontos
    A Entrevista Operativa Centrada na Aprendizagem (EOCA) permite: Verificar o que o sujeito aprendeu, como aprendeu e os vínculos que estabeleceu com o conhecimento.
    Resposta Selecionada:
    Correta Verdadeiro
    Respostas:
    Correta Verdadeiro
    Falso
  • Pergunta 16

    0,334 em 0,334 pontos
    Dada a complexidade do processo de aprendizagem e intervenção em problemas de aprendizagem deve considerar apenas a criança. Esta sentença é verdadeira ou falsa?
    Resposta Selecionada:
    Correta Falso
    Respostas:
    Verdadeiro
    Correta Falso
  • Pergunta 17

    0,334 em 0,334 pontos
    A intervenção em problemas de aprendizagem deve ser realizada:
    Resposta Selecionada:
    Corretac. 
    Com a criança e outras pessoas envolvidas no processo
    Respostas:
    a. 
    b. 
    Corretac. 
    d. 
  • Pergunta 18

    0,334 em 0,334 pontos
    Conforme Demo, P. (2008) “TICs e EDUCAÇÃO”.
    Disponível em: http://pedrodemo.sites.uol.com.br/textos/tics.html. [link apenas para referência, não precisa consultar]
    Data da Consulta: 22/03/2014, podemos afirmar que:
    As TICs não apenas facilitam acessos e interatividades. Elas são expressões próprias dessas habilidades. Daí a importância extrema de envolver as TICs em ambientes educacionais, não apenas para que estes se tornem tecnologicamente corretos, mas também para que as plataformas tecnológicas signifiquem novas oportunidades de aprender e formar-se.
    Resposta Selecionada:
    Correta Verdadeiro
    Respostas:
    Correta Verdadeiro
    Falso